quinta-feira, 23 de abril de 2009

::::Desejos Incessantes::::

Fonte: fmcsolutions.com.br

.ok. eu sofro a dependência do sempre-quero-mais.

.assistindo mais um episódio de Ally McBeal, notei essa questão. um cara a dispensa após um encontro e a justificativa: durante a conversa, ela cita o livro "Henderson O Rei da Chuva" de Saul Bellow como o preferido, ressaltando que identificava-se com o personagem principal (que passa a vida toda na procura por satisfação pessoal - que nunca acaba). então, em sua defesa ele alega que teme relacionar-se com uma pessoa que nunca está satisfeita. pensando que em algum tempo do futuro, torne-se descartável.

.confesso que vivo dessa forma. sempre na procura por algo. sempre querendo algo. talvez sonhos, talvez alguma coisa material. por exemplo, minha preocupação agora envolve dois itens: meu encalhe e meu desemprego. e tenho certeza absoluta que ao resolvê-los, aparecerão outros desejos a perseguir. e acredito numa frase que surge nesse episódio, "no momento em que essa necessidade por mais cessa, no próximo, acompanha-se a morte".

.será esse vício mais do que comum? ele realmente atrapalha um relacionamento? existem pessoas que chegam a certo patamar e estabilizam-se por lá? ou é somente preciso encontrar quem acredite nos mesmos ideais para algo realmente funcionar?

.abraço.

11 comentários:

FOXX disse...

todo mundo vive dessa forma
do contrário
pra quê continuar vivendo?

O Pequeno Diabo disse...

acho q as pessoas colocam limites nessa insatisafção, q pode ser até boa.

o prob eh justamente qd a gte nao se satisfaz nunk
cm nd e cm ngm

tnho mt medo d ser assim

de nunk achar aquilo q me deixe satisfeito
q acabe cm a minha procura

e sei q se eu nunk achar esse elmento, vou sofrer

ps: ótimo tema, talvez o melhor da semana
xx

Fernando disse...

É isso aí, estamos sempre de olho na meta seguinte, sempre desejando, esperando, sonhando, cobiçando... E assim caminha a humanidade, certo? Acho que o legal é não perder a capacidade de olhar pra trás e ver o que já se conquistou, mesmo as coisas ínfimas, e reafirmar a capacidade de correr atrás dos sonhos. Bjos.

Gay Alpha disse...

Toda estabilidade é uma forma de morte... hehe... eu acho pelo menos!!! E esse querer sempre mais é inerente... don't worry!!! O negócio é correr atrás e pagar para ver! Hugz!

Serginho Tavares disse...

bem... sempre querer mais da vida é uma coisa mas sempre querer mais do que o relacionamento a dois proporciona ai é bem diferente

Anônimo disse...

lindo bem vindo ao mundo dos adultos, ou melhor, das criancas grandes. Dica de vida: nao leve a vida tao a serio, nem ela mesma se leva... Bj com carinho

Zephyr disse...

é a danada da insatisfação crônica. ela ta sempre atacando, não tem hora pra parar, o dificil é saber lidar com ela, mas aos poucos a gente vai aprendendo !

;D

Arsênico disse...

Quiridjo... acho que isso e Humano... não posso imaginar alguém que fique feliz por aquilo que tem... acho que não existe...

Pensou?... Trabalha o mÊs todo... pega o salário... paga as contas... e no mÊs que vem... tudo di novo... sem perspectiva...

Impensável...

***

Thammyres disse...

pois a gente sempre quer algo a mais da vida isso é ser humano e ter sempre em nossa imaginação que algo de bom irá acontecer...
bjos!

Dimas disse...

Achoq ue isso é comum, mas controlável... É como comida: a gente tem que saber a hora de parar antes que vire compulsão. Entretanto, sempre dá pra pedir sobremesa no fim de semana..rs
Abraço

Arsênico disse...

Quiridjo... Tenho um "Selo" pra vc no meu blog... mas antes tem que responder um "MEME"... gostei da brincadeira... é divertido...

umBeijo!

***