quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

::::Simples Atos, Grandes Resultados::::

Fonte: mainretail.com.br

.ok. gentileza é estratégia mais do que manjada para vendas.

.achei muito interessante o post da Camila Yahn sobre um artigo do New York Times que envolve a mudança nas grandes lojas de marcas famosas. apesar de sempre presumir que a ordem dessas casas seja o esnobismo para o consumidor comum (leia-se sem marcas, acessórios caros ou labels), li nesses dois artigos uma boa surpresa: as coisas não são bem assim. o jornalista da publicação americana, apesar de vestes simples, recebeu atenção na maioria das visitas (Chanel, Ungaro, Ralph Lauren, Prada). a única exceção foi na Gucci.

.independente se é um ajuste ao tempos de crise ou se é uma política implantada há anos (e desfigurada pelas más estórias), o que me pergunto é: como algumas conseguem sobreviver na base da seleção superficial?

.já tive experiências péssimas nesse assunto. e nem eram marcas de luxo. nem preciso dizer que boicoto mesmo. e passo a informação para frente. não exijo que beijem meus pés só por consumir alguma coisa, mas acho que não é nenhum sacrifício um "bom dia" ou "precisa de ajuda?".

.e para ver como pequenos detalhes ajudam. eu sou fiel a muitas marcas, lojas, só pelo atendimento diferenciado (e as indico para todo mundo, até desconhecidos). tem umas em que comecei gastando um, dois reais. e mesmo depois de alcançar compras de valores bem maiores, o tratamento é sempre o mesmo. ótimo, gentil, atencioso.

.é uma troca justa não?

.abraço.

7 comentários:

Serginho Tavares disse...

eu também sou assim.
acho que o atendimento é fundamental e tem lugares que me fazem voltar lá sempre por isso
quando o local não me proporciona o atendimento que espero, não volto mais. mesmo a marca sendo maravilhosa.
abração

Andre Dametto disse...

novamente questao de equilibrio: nao gosto da vendedora carudinha contando tempo pra ser descoberta nem da chatinha q pergunta signo e tudo. bom dia, se precisar de ajuda meu nome eh fulano devia ser o discurso basico. Mas sinto q as coisas estao melhorando aqui no Brasil tb, abs

man in the box disse...

serião? prefiro entrar na loja e nem ser notado / chamo qdo precisar.

ThAmMyReS disse...

nossa é a pura verdade se vc for bem atendido vc volta mas aqueles tipos de vendedora que fica no seu pé vigiando, dá a impressão que vc quer roubar afff... não gosto desse tipo não
abraços adorei o seu blog

Arsênico disse...

Simpatia é tuduh mesmo... adeio quando entro em alguma loja e o vendedor me olha de cima a baixo...

acredito que seja a crise quiridjo!

umBeijo!

***

FOXX disse...

sem citar nomes?

Anna Oh! disse...

Acho q o marketing tem umas sacadas muito boas. Isso, por exemplo, é algo q falta hj em dia nas relações humanas. Ser solícito, ter atenção com o outro, tudo tudo torna as coisas com menos cara de relação de consumo, ainda que assim sejam.

Bjusssss